Esporte

9 dicas fitness que na verdade são mitos

Mito 1: Para ficar em forma você só precisa ir à academia duas vezes por semana

Esse tempo não sustentará os benefícios ganhos. O mínimo é de três vezes por semana, mas o ideal é se mexer todos os dias.

Mito 2: O melhor momento para malhar é durante a manhã

Na realidade o ideal é malhar quando você se sentir melhor. O que faz a diferença é estar disposto para fazer os exercícios de forma consistente.

Mito 3: Levantar peso transforma gordura em músculo

Na realidade, levantar peso gera o crescimento de músculos ao redor da gordura. Para diminuir a quantidade de gordura a saída é uma dieta saudável com vegetais, grãos integrais, proteínas e gorduras boas.

Mito 4: Quebra-cabeças e jogos são as melhores alternativas para “malhar” o cérebro

De acordo com estudos recentes,praticar atividades físicas é a melhor maneira de deixar o sistema de raciocínios afiado.

Mito 5: Exercícios físicos são a melhor forma de perder peso

Para emagrecer o ideal é mudar o estilo de alimentação.

Mito 6: Abdominais são a melhor forma de conseguir um tanquinho

Segundo pesquisadores de Harvard, o ideal é fazer o exercício chamado de “prancha”, pois ele estimula mais músculos, fortalecendo o todo o corpo.

Mito 7: Treinamento de peso é para homens

Esse tipo de treino pode ser feito para fortalecer os músculos de qualquer pessoa, independentemente.

Mito 8: São necessárias pelo menos duas semanas para ficar “fora de forma”

Na maior parte das pessoas, apenas uma semana basta para que as células musculares serem a ser afetadas.

Mito 9: Bebidas próprias para exercícios são a melhor forma de hidratar-se após o treino

A maior parte dessas bebidas são apenas açúcar e água, por isso especialistas recomendam que você beba apenas água e coma algo com proteína após a prática de exercícios.

 

Artigo anterior

Brasileiro acessa mais notícias pelo smartphone do que pelo computador, diz pesquisa

Próximo Artigo:

Dicas científicas para vencer a ansiedade

Raissa Lopes

Raissa Lopes

Estudante de Jornalismo, amante de livros e curando o tédio com curiosidade.

Sem comentário

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *