Variedades

Como cumprir em 2018 as promessas feitas na virada do ano

A cada novo ano que chega, novas promessas. A sensação de recomeço é o estímulo ideal para muitos planejarem novas metas. No entanto, tão fácil quanto arquitetar resoluções para o ano seguinte, é descumpri-las conforme os meses passam.

Há estudos que indicam que os humanos são guiados pela aversão à perda – ou seja, somos mais motivados a recuperar algo perdido do que somos para ganhar. Portanto, ajustar uma promessa para retomar uma perda (um hobby antigo ou o nível em que estava na academia) pode ser mais efetivo que procurar ganhar uma nova habilidade, por exemplo. O que leva a outra peça-chave das resoluções bem-sucedidas – elas precisam ser realistas.

Envolva outras pessoas

Segundo John Michael, filósofo da Universidade de Warwick, no Reino Unido, os humanos têm mais disposição em alcançar metas se enxerga-las como importantes para outras pessoas. O efeito disto pode ser ainda mais forte se alguém já investiu tempo e esforço em determinada coisa. As pessoas também tendem a ficar mais motivadas a continuar uma tarefa chata ou difícil se mais alguém estiver envolvido.

Compartilhe suas resoluções

Colocar a reputação em jogo pode ser um grande desafio, mas também muito motivador. Se ninguém quer uma reputação pouco confiável, tornar públicas as resoluções pode ajudar a mantê-las. Anuncie publicamente seus planos e, se quiser, também vale fazer uma aposta com alguém.

Seja específico

Detalhar suas promessas também é fundamental. Ao invés de aspirar metas vagas como “vou mais à academia”, diga “vou à academia na terça à tarde e aos sábados de manhã”. Assim, as chances de sucesso provavelmente serão maiores.

Se o plano é aprender um nova língua, você pode começar por escutar um podcast do idioma desejado no carro enquanto vai ao trabalho. Vale também fazer anotações e deixá-las em pontos estratégicos e visíveis para lembrá-lo de escutar o podcast. Desta forma, você não está apenas expressando uma intenção, mas também ajeitando as coisas para executá-la.

Faça planos

Para a doutora Anne Swinbourne, psicóloga comportamental na Universidade James Cook, na Austrália, as melhores resoluções são aquelas que fazem parte de um plano de longo prazo que você tem para si, em vez daqueles que são vagos. E cumpri-las é tudo questão de planejamento. Descubra o que funciona melhor para você, tanto para o que você quer evitar, quanto para o que você quer alcançar. Isso pode ajudar para que você mantenha suas promessas e não acabe se sabotando. Por exemplo: se uma das suas metas é beber menos, planeje encontrar seus amigos em um café ao invés de um bar.

“As pessoas que só confiam na força de vontade acabam falhando”, diz a doutora Swinbourne. “Para manter uma resolução você tem que ser um meticuloso planejador”.

Anteriores

Réveillon na praia: dicas para curtir com segurança e sustentabilidade

Próximas

Posse dos novos diretores da rede municipal de Cabo Frio acontece nesta sexta

Renata Nóbrega

Renata Nóbrega

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *