Variedades

Conversar com animais de estimação é normal, diz especialista

Quem tem um animal em casa pode confirmar a veracidade da situação: conversar com os pets acaba sendo algo habitual. Afinal, como negar um diálogo a um bichinho que sempre te recebe com festa quando chega em casa?

Muitos podem achar esquisito e até maluquice. Mas para o especialista em antrozoologia (área que estuda a relação entre humanos e animais), Hal Herzog, da Universidade de Western Carolina, nos Estados Unidos, a atitude é completamente normal.

Muitos humanos costumam atribuir sentimentos e pensamentos a outras coisas, como objetos. É o que acontece quando uma pessoa fica zangada com uma caneta que não funciona ou a frustração quando um computador trava, por exemplo.

Mesmo assim, isso não significa que há perda de juízo. O indivíduo tem plena consciência e sabe que um cachorro ou gato não funcionam como interlocutores que vão compreender o que está sendo dito. Tanto é que, geralmente, as pessoas fazer uma voz mais aguda quando falam com animais, como se estivessem falando com um bebê.

Herzog também afirma que os bichos podem, sim, nos responder. Da maneira deles, é claro: “seu cachorro pode inclinar a cabeça ou te olhar de forma questionadora. Eu não acho que minha gata está processando palavras quando falo com ela da mesma maneira que nós, mas temos esse sistema de comunicação baseado na linguagem.”, explica o especialista.

Anteriores

Peeling: veja em qual investir

Próximas

Mindfulness: técnica de meditação rápida que melhora a saúde

Renata Nóbrega

Renata Nóbrega

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *