Tecnologia

Dispositivo permite que deficiente visual reveja a esposa após dez anos

Aos 68 anos, Allen Zderad perdeu completamente a visão. Porém, após 10 anos enxergando apenas a presença de luzes fortes ele pôde ver novamente. Isso porque Allen foi um dos primeiros a testar uma nova tecnologia, uma espécie de “olho biônico” capaz de ajudar pacientes como ele.

A cegueira de Allen foi causada por uma doença degenerativa chamada retinite pigmentosa, que afeta a retina dos olhos e não tem tratamento eficaz ou cura. Agora um sistema de prótese de retina, batizado como  “Second Sight Argus II“, permite que deficientes visuais enxerguem formas humanas e reflexos de luz.

A primeira indicação de que o dispositivo funcionou veio na forma de um momento de emoção, quando Allen pulou para abraçar sua esposa, Carmen. Agarrou-a em seus braços, sorriu de felicidade e depois caiu em prantos. Embora não seja possível ver todos os detalhes dos rostos ou imagens, Allen conseguiu andar por uma sala cheia de pessoas e encontrar quem era sua esposa. “Como a encontrou?” perguntaram ao paciente emocionado. “É fácil, ela é a mais bonita na sala“, respondeu.

Para visualizar o teste do olho biônico de Allen e o momento do reencontro com a esposa basta clicar no vídeo abaixo.[su_youtube url=”http://youtu.be/Mu5099aJWcU” width=”800″]

Anteriores

Inscrições abertas para o Arraial Swim - evento que promete tirar o fôlego

Próximas

Londres cada vez mais perto de se tornar a primeira cidade totalmente sustentável do mundo

Christopher Lima

Christopher Lima

Sou formado em Comunicação Social (Jornalismo). Quem quiser saber mais, basta clicar no link do fb.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *