Atualidades

Rio das Ostras tem aumento em denúncias de violência doméstica durante pandemia

Desde do início da pandemia do novo Coronavírus, a cidade de Rio das Ostras ampliou seus canais de atendimento às vítimas de violência doméstica. Com isso, os números de denúncias aumentaram em 133% entre os meses de abril e maio. Neste período, a equipe técnica do Centro de Atendimento à Mulher (Ceam) está monitorando o dia a dia das mulheres por meio de busca ativa.

Estas buscas ativas são realizadas com dados da Secretaria de Saúde, da Patrulha Maria da Penha, das unidades do Centro de Referência de Assistência Social (Cras), do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), além do 180, número telefônico destinado às denúncias de mulheres vítimas de violência doméstica.

A equipe técnica identifica os casos mais emergenciais, fazem o agendamento para atendimento presencial de acordo com a necessidade individual de cada mulher e iniciam as articulações devidas a cada caso. O objetivo do Ceam neste momento é apoiar as mulheres neste momento de pandemia para que não se sintam sozinhas.

NÚMEROS – Logo no início da pandemia, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Bem-Estar Social, lançou o número de WhatsApp (22) 99870-8546. De lá pra cá, Rio das Ostras dobrou o número de atendimento com mais de 100 atendimentos entre abril, maio e junho. O canal fica disponível 24 horas, todos os dias da semana, inclusive domingos e feriados.

Além do WhatsApp, o Ceam disponibiliza o telefone fixo da unidade (22) 2771-3125. O local, localizado no início da Avenida Governador Roberto Silveira, fica aberto de segunda a sexta, com horário reduzido das 9h às 16h durante a pandemia da Covid-19. Além disso, a Patrulha Maria da Penha, ligada a Guarda Civil Municipal e que socorre mulheres vítimas de violência doméstica, atende pelos telefones (22) 2771-5000 e 0800-022-6382.

Anteriores

Moradores de Rio das Ostras têm até está terça-feira (30) para se imunizar contra a gripe

Próximas

Búzios terá Viradão Cultural na Educação no mês de julho

Christopher Lima

Christopher Lima

Sou formado em Comunicação Social (Jornalismo). Quem quiser saber mais, basta clicar no link do fb.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *