Saúde

Saiba como prevenir os problemas de pele provocados pelo verão

Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Apesar de os raios solares serem responsáveis pela formação de vitamina D no corpo humano, os riscos de uma exposição duradoura ao sol são capazes de gerar queimaduras em nossa pele e baixar a imunidade. Além disso, o calor intenso e o suor, rico em cloreto de sódio, ácido úrico e ureia, contribuem para o surgimento de várias doenças. Portanto, é estritamente necessário identificar e combater os problemas de pele mais comuns no verão. Em entrevista à GNT, a dermatologista Cláudia Marçal fez algumas recomendações e alertas. Confira!

 

ACNE: Para diminuir a oleosidade da pele provocada pelo calor, é necessário lavar o rosto pelo menos três vezes ao dia e, ao final dele, usar uma loção adstringente para retirar todas as impurezas.

Algumas pessoas de pele mais sensíveis costumam apresentar lesões parecidas com acne devido à mudança na alimentação, suor intenso, iodo da água do mar e cloro da piscina. A única prevenção é feita com banhos imediatos após voltar destes lugares. É importante lembrar que a pele oleosa deve ser sempre hidratada para filtrar os poros e impedir que a pele perca água.

DERMATITES:  A descamação do couro cabeludo, da sobrancelha e das dobrinhas do nariz são comuns nessa época. Para evitar o problema, é recomendável usar xampus anti-caspas e tomar banho pelo menos duas vezes ao dia.

MANCHAS NO ROSTO: O aumento na produção de melanina ocasiona as manchas no rosto. Este problema está diretamente ligado à gravidez e ao uso de anticoncepcionais e os especialistas recomendam que para evitar a exposição ao sol, é importante usar protetor solar com fator 50 ou superior.

HERPES: A única forma de evitar o vírus da herpes é usando um fotoprotetor labial com FPS acima de 30 que hidrata os lábios e protege-os.

MICOSES: As micoses da pele e da unha são provocadas por fungos que adoram o calor e a umidade. Por isso é necessário não ficar muito tempo com roupas úmidas, suadas ou apertadas, que possam causar assaduras.

As unhas e pés que também podem ser afetados com as “frieiras” exigem muitos cuidados. Secar bem os pés após os banhos e evitar sapatos fechados são as dicas principais para não contrair a micose. Outra dica é usar o secador de cabelo com ar frio.

 

 

 

Artigo anterior

Argentino cruza metade do país para adotar filhote com deficiência

Próximo Artigo:

Não é um mamilo real, é só uma tatuagem! Mais uma forma alternativa de solidariedade

Sem comentário

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *