sábado - 25 de setembro de 2021

Já abraçou suas sombras hoje?

Se formos analisar a mente humana sob uma ótica de luz e sombra, onde luz é tudo aquilo de bom, de qualidades, características positivas que temos e sombra são nossos defeitos, desejos não aceitos e reprimidos, traumas, medos, complexos podemos analisar o trecho abaixo do livro Mulheres que correm com os lobos, como uma forma do desenvolvimento Humano e de autoconhecimento para uma evolução na compreensão de quem nós somos de verdade e aprendermos a lidar com isso.

“Uma das questões menos discutidas a respeito do processo de individuação é a de que, à medida que se lança luz sobre as trevas da psique com a maior intensidade possível, a sombra, onde a luz não alcança, fica ainda mais escura. Portanto, quando iluminamos alguma parte da psique, disso resulta uma escuridão mais profunda com a qual temos de lutar. Não se pode deixar de lado essa escuridão. A chave, ou as perguntas, não pode ser ocultada nem esquecida. As perguntas precisam ser feitas. Elas precisam obter resposta.

O trabalho mais profundo é geralmente o mais sombrio. Uma mulher corajosa, uma mulher que procura ser sábia, irá urbanizar os terrenos psíquicos mais pobres, pois, se ela construir apenas nos melhores terrenos da psique, terá uma visão mínima DE QUEM REALMENTE É. Portanto, não tenha medo de investigar o pior. Isso só lhe garante um aumento no poder da sua alma. ” (Estés, Clarissa Pinkola. Mulheres que correm com os lobos: mitos e histórias do arquétipo da mulher selvagem. 1ª edição – Rio de Janeiro: Rocco, 2018.).

Abrace suas sombras, entenda sobre o que são, elas fazem parte de você. Quando nos conhecemos melhor, conseguimos melhorar o que nos faz sofrer e ampliar o que nos faz feliz, mas para isso, é necessário se conhecer profundamente. Abrace suas sombras e ouça o que elas querem lhe dizer!

Se puder, faça terapia, é um poderoso recurso na jornada do autoconhecimento. Se não puder, escreva num caderno todos os dias sobre como está se sentindo e depois de algum tempo retorne a ele e releia, a escrita terapêutica também é uma valiosa ferramenta para o autoconhecimento. Questione-se: por que estou sentindo essa emoção ou esse sentimento? É refletindo sobre nossas questões que vamos nos conhecendo melhor.

Mas por que se fala tanto em autoconhecimento? Porque ele te traz o conhecimento sobre si mesma e esse conhecimento te traz clareza sobre os seus desejos e objetivos, te dá a segurança para dizer isso ao outro e a coragem de dizer NÃO quando não quiser algo. E vale dizer aqui que um NÃO, na hora certa, é libertador.

Deixe seu comentário.

PUBLICIDADE

Comentários 5

  1. Jeanne disse:

    Muito bom 👏🏻 Ter autoconhecimento te liberta ,vivenciamos sentimentos individuais e únicos com consciência e
    e equilíbrio!

  2. Márcia Giffoni disse:

    Reflexão poderosa! Parabéns, Dani!

  3. Raquel disse:

    Tão libertador abraçar as nossas sombras quando estamos num processo de despertar da consciência!

  4. ADRIANA COELHO disse:

    Amei! Autoconhecimento é tudo. Parabéns pela texto, tô adorando essa coluna

  5. Rosangela Vargas da Silva disse:

    Muito bom 👍👍👍👍Acho que corremos como os lobos, todos os dias e as sombras vem junto.

Deixe uma resposta

Publicações Relacionadas

%d blogueiros gostam disto: