Variedades

Você já ouviu falar sobre limitações pessoais?

Você já parou para pensar o que aconteceria se passasse a identificar seus pontos fracos? Aqueles comportamentos que já viraram hábito mas que continuam a impedir que alcance o seu melhor? O autoconhecimento é de extrema importância para se alcançar um nível de satisfação pessoal e, até mesmo, sucesso profissional. E identificar as limitações é o primeiro passo para entrar no processo de superá-las. Essa é a linha de estudo do psicoterapeuta Flip Flippen, que resultou em um livro chamado ‘Para de se sabotar e dê a volta por cima’. De acordo com a sua pesquisa, Flippen afirma que não importa quão formidáveis sejam nossos talentos, pois ficamos restritos pelos comportamentos que acabam por limitar o desempenho. A teoria criada é simples e direta, com uma explicação detalhada e rica em exemplos, mas que resume em três etapas. Identificar os pontos fracos, traçar um plano de meta e superá-los. Lógico que dependerá de cada um e de sua força de vontade, a mudança não acontecerá da noite para o dia. O processo pode ser lento e exigirá muitas das vezes paciência, mas o resultado com toda certeza pode ser promissor.

Mas antes de aprofundar mais nesse assunto, o psicoterapeuta deixa claro informações essenciais.  Que ele chama de cinco leis das limitações pessoais:

  1. Todos temos limitações pessoais. Ter limitações faz parte do ser humano, algumas mais negativas do que as outras. E são essas limitações intransferíveis que é preciso ter cuidado, pois elas dependem apenas de você mesmo para resolver.
  2. Não é possível transpor as limitações que não enfrentamos. Muitas das vezes acabamos por nos agarrar as nossas limitações pelo simples fato de que não queremos (ou temos medo) de encarar os problemas.
  3. Nossas limitações pessoais atuam em todas as áreas da nossa vida.  Apesar da maioria ser comportamental, as limitações pessoais assumem diversas formas. Podendo ser de vez em quando uma dificuldade física ou até mesmo intelectual, interferindo no seu esforço de melhorar sua vida.
  4. As limitações pessoas estão ligadas às tarefas. O comportamento que nos restringe em uma certa área pode ser uma vantagem em outra. O impacto das nossas dificuldades pode variar, dependendo do papel que desempenhamos.
  5. Quem conseguir eliminar o maior número de limitações vence. Não é questão de competição, a constatação para essa frase e resultado é simples. É uma recompensa que ninguém poderá lhe tirar o crédito.
As 10 principais limitações

Podem estar incluídos quaisquer comportamentos, problemas psicológicos ou atributos que atrapalham você atingir o máximo de seu desempenho. Há pessoas que não possuem limitações marcantes à primeira vista, mas em que num momento de estresse podem aparecer.

  1. Excessivamente confiante, dificuldade em admitir um erro, teimosia;
  2. Pouco autoconfiante, dificuldade em deixar os erros para trás;
  3. Superprotetor, incapaz de dizer não, dificuldade em dizer o que pensa;
  4. Exigente, implicante, rude demais;
  5. Pouco afável, dificuldade em expressar emoção, dificuldade em ser entendido;
  6. Paixão, visão ou vigor baixos, dificuldade para se motivar;
  7. Excessivamente dominante, controlador, dificuldade em ouvir os outros;
  8. Resistente a mudanças, incertezas o deixam nervoso;
  9. Agressivo, raivoso, frustação frequente;
  10. Impulsivo, pouco autocontrole.
Artigo anterior

Cinema em Búzios exibe três filmes indicados ao Oscar 2017

Próximo Artigo:

Já pensou em namorar alguém que detesta as mesmas coisas que você?

Raissa Lopes

Raissa Lopes

Estudante de Jornalismo, amante de livros e curando o tédio com curiosidade.

Sem comentário

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *