Cultura

A representatividade artística em Cabo Frio

E o programa Viva Bem abordou um tema super importante para a região:  a vida artística. O bate papo contou com a participação das artistas Lorena Brites, Cláudia Mury, Iva Maria e Walter Ramos. Eles falaram um pouco sobre como é viver da arte. Além de divulgar o evento Café Cultural, um encontro para incentivar a arte e reunir os artistas da região que tem como objetivo dar oportunidades para atores, escritores, músicos, poetas e compositores de expor seu trabalho.

Os artistas desejam e merecem a tranquilidade necessária para lançar-se na aventura da criação. Mas acabam precisando se debruçar sobre os aspectos práticos e cotidianos: organizando, planejando e buscando apoio. O artista, para conseguir viver de sua arte, se dedica muito para atingir uma excelência em seu trabalho. Mas uma das principais dificuldades enfrentadas é se viabilizar financeiramente. São questões como essas que podem interferir negativamente no processo criativo ou até miná-lo.

O fazer artístico está muito vinculado ao prazer, à entrega e à paixão de quem se dedica a ele, o que criou um preconceito de que a vida de artista é uma vida fácil. É verdade que viver da arte se trata de uma entrega apaixonada, mas não corresponde à vida do artista a ideia de uma vida de festa.

O Café Cultural será realizado na quarta-feira(7), em São Pedro da Aldeia, na Cafeteria Piazza Navona – Havan.

Confira o bate papo na página do programa Viva Bem!
Anteriores

Além do calmante: benefícios da camomila para o corpo e saúde

Próximas

Netflix anuncia que vai passar a cancelar mais séries

Raissa Lopes

Raissa Lopes

Estudante de Jornalismo, amante de livros e curando o tédio com curiosidade.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *