Atualidades

De mendigo em Ruanda para aprovado em Harvard

Esta é a história de Justus Uwayesu, as informações são do New York Times.

De mendigo em Ruanda, criado nos lixões e aterros sanitários, para aprovado na universidade de Harvard, em Nova Iorque, o jovem, sobrevivente da guerra política ocorrida no país nos anos 90, onde mais de 800 mil pessoas morreram em apenas 100 dias, ficou órfão aos 3 anos. Conjuntamente com seus irmãos, foram criados por um casal disposto a ajudar, porém foram abandonados  após o grande aumento de órfãos na região. Segundo Justus, “foi um momento muito escuro, porque eu não podia ver um futuro. Eu não podia ver como a vida poderia ser melhor ou como eu poderia sair daquela situação de vida”.

Durante os tempos de morador de rua, Justus chegou a morar num carro incendiado, localizado em um depósito de lixo. “Não havia chuveiro e eu não tomava banho”, contou ele que, chegou a ficar um ano sem tomar banho.

Sua vida mudou completamente no ano 2000 ao conhecer Clare Effiong, fundadora de uma ONG em New Rochelle, Nova Iorque, que se encontrava em viagem pelo país em busca de ajudar crianças necessitadas. Ao perguntar sobre seu maior desejo, Justus não exitou em contar sobre seu sonho de ir para a escola.

Após 13 anos de estudos em línguas e em matérias elementares, o jovem, que afirma ter 22 anos (pois não sabe a real data de seu aniversario), ganhou bolsa integral em Harvard, onde estudou matemática, economia e direitos humanos.

 

Anteriores

96% dos tablets adquiridos no Brasil são Android

Próximas

Animação de diretor brasileiro pode concorrer ao Oscar 2015

Danilo Perrote

Danilo Perrote

Músico e jornalista que concilia seu tempo com 5 bandas independentes.

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *