domingo - 14 de agosto de 2022

O que é o Metaverso?

Em outubro de 2021, Mark Zuckerberge anunciou a mudança do Facebook para o nome Meta, trazendo uma nova realidade para o mundo virtual, o METAVERSO, que se trata de um espaço virtual compartilhado, onde as pessoas poderão conviver usando avatares.

Essa informação acarretou muitas dúvidas, questionamentos e até algumas críticas, que defendem que essa realidade virtual pode acabar com o convívio das pessoas no mundo real.

Debates a parte, o que não podemos ignorar é que se trata de uma realidade cada vez mais próxima, que vai abrir um leque de oportunidades para diversos segmentos, como educação, finanças, entretenimento e vestuário. E apesar das controvérsias, uma coisa não se pode negar, essa tendência vai chegar ao nosso dia a dia.

Assim, se sua empresa valoriza inovação, vale à pena ficar de olho nesse tema.

E como o metaverso irá impactar o seu negócio?

Apesar de ser ainda muito novo, é fato que a pandemia mudou a forma de fazer negócios e muitas empresas apenas sobreviveram quando migraram para as vendas e atendimentos on-line. O que nos faz acreditar que o metaverso terá um efeito parecido.

Já utilizamos algumas ferramentas como os aplicativos de reuniões virtuais, que foi o principal canal de comunicação das empresas no período da pandemia, e continua sendo usado, as salas de reuniões virtuais que tornou possível a participação de diversas pessoas de vários lugares diferentes, sem perder a interação e o ritmo do trabalho.

Apesar da retomada do trabalho ao espaço físico, muitos empresários mantiveram alguns setores de suas empresas na forma remota para redução de custos e tempo. Muitas dessas empresas enxergam no metaverso uma oportunidade de aproximar seus clientes, aumentando as receitas e tornando sua marca inovadora. Como foi o caso das seguintes empresas: Nike, Ralph Lauren, Itaú, Vans, Fortnite, Gucci, Balenciaga, Burberry, Stella Artois e Lojas Renner. (Fonte: https://www.acinh.com.br/noticia/empresas-investem-no-metaverso – 21/02/2022)

No E-commerce as empresas do ramo de produtos enxergam no metaverso um grande potencial para revolucionar o mercado, pois dará a oportunidade do cliente ter a dimensão exata do produto, analisar as características, deixando a experiência mais interativa.

Apesar de toda essa expectativa em torno do metaverso, os estudos ainda estão em fase experimental. O que se sabe, é que muitas oportunidades irão surgir e irão impactar fortemente as empresas, mudando a forma de se fazer negócios e reinventando o que já existe.

Assim, as empresas que desejam aderir a essa novidade, precisam se preparar para explorar com cuidado os impactos que trarão para seu negócio e, principalmente, investir em tecnologia para a captação de dados, além, de ter que inserir sistemas de enfrentamento contra vazamentos de dados, investimentos e marketing.

Mesmo ainda fazendo parte do futuro, todo gestor de empresa já deve começar a estudar sua aplicabilidade, planejando e implementando recursos que o possibilitarão migrar para essa realidade quando acontecer, e não sendo pego de surpresa ou perdendo mercado para a concorrência.

O tema é polêmico e com certeza passará por regulamentação para que se torne seguro para a sociedade e empresas.

PUBLICIDADE

Deixe uma resposta

Publicações Relacionadas