Economia

Viajando na crise da Argentina

Foto: reproduçãoA crise na Argentina pode ser negativa para a população do país, mas aqui no Brasil é sinônimo de festa para os antenados em pacotes de viagens. Com o peso atualmente valendo aproximadamente R$0,28, os olhos de pessoas como Marilu Rodrigue chegam a brilhar: “É uma ótima oportunidade para conhecer o país, fazer compras e visitar os Cassinos!”, disse ela, que pretende aproveitar o momento para viajar com a neta.

Pesquisando alguns pacotes, encontramos preços realmente ótimos, mesmo para pacotes em datas próximas. Por exemplo, no site decolar.com, se você pegar um avião neste domingo (03), voltando somente no próximo domingo (10), escolhendo um hotel razoável, você pagará cerca de R$250,00 por dia, menos do que você pagaria em uma diária em um hotel simples no Rio de Janeiro.

No site da TAM, você consegue comprar uma passagem hoje para Buenos Aires por R$225,00. Somando a passagem de volta (que seria no dia 13 e com 1 escala) e mais as taxas, você paga R$677,00. No site Hotelurbano.com encontramos hotéis 4 estrelas com diária de apenas R$130,00, o que, somando com a passagem daria aproximadamente R$190,00 por dia.

Foto: reproduçãoNo caso de Marilu, que quer viajar com a neta e visitar Cassinos, pesquisamos hotéis próximos à Porto Madeiro, destino certo para os amantes de apostas. Por lá o preço é um pouco mais salgado, mas conseguimos garimpar um hotel super em conta, isso é, uma hospedagem também com 4 estrelas, em Porto Madeiro, por apenas R$150,00 por dia. Para ela e a neta, juntas, o passeio sairia a R$260,00 por dia, incluindo passagem, taxas e hotel.

Embora a crise possa trazer problemas à economia, inclusive de outros países, o momento pode ser aproveitado. Quem costuma dizer que viagens internacionais são impossíveis, poderá rever os conceitos e conhecer esse país, o qual é rodeado de cultura e alegria, mesmo diante um momento delicado.

Artigo anterior

Segurança em suas mãos

Próximo Artigo:

Sexta-feira cultural em Cabo Frio

Sem comentário

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *