Atualidades

Malala Yousafzay, a mais jovem ganhadora do Nobel da Paz

Foto: reprodução twitter

Em sua conta no microblog Twitter, Malala disse: “Obrigada por todo apoio e amor”.

Malala Yousafzay, conhecida pela sua história de luta pelos direitos de meninas à educação, no Paquistão, recebeu na manhã desta sexta-feira (10) um dos prêmios mais importantes do mundo: o Prêmio Nobel da Paz. Malala, que tem apenas 17 anos é a vencedora mais jovem da história da premiação.

Pelo Twitter, a jovem, que sobreviveu milagrosamente a um atentado do Talibã, agradeceu “por todo apoio e amor”. Ela dividiu o Nobel da Paz 2014 com o ativista indiano, Kailash Satyarthi, que também luta pelos direitos das crianças.

Satyarthi, de acordo com comitê que escolhe a distinção, mostrou grande coragem pessoal, na tradição de Gandhi, liberou várias formas de protestos pacíficos contra a exploração do trabalho infantil e também contribuiu para o desenvolvimento de convenções internacionais para o direito das crianças.

Em Cabo Frio, a autora do livro “Faces de Malala“, Jannini Rosa, acredita que a luta de Malala está apenas no começo e tem tudo para avançar cada vez mais. “Acredito que é o começo de uma longa caminhada que ela tem a trilhar. Um prêmio como este, divulgado a âmbito mundial, só mostra que a luta pela educação de meninas e mulheres e o combate à exploração sexual, tem ganhado visibilidade, permitindo que as pessoas reflitam, se comovam e se engajem. É uma notícia fantástica. Fiquei super feliz, como se fosse comigo”, disse Jannini.

Anteriores

Comparações e internet propagam o medo do Ebola

Próximas

Estilo Sustentável

Sem comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *