Saúde

Programa Municipal de Controle do Tabagismo auxilia moradores em Rio das Ostras

Em virtude do Dia Mundial Sem Tabaco, ocorrido na última sexta-feira, 31 de maio, a cidade de Rio das Ostras destaca um programa pioneiro na Região dos Lagos: O Programa Municipal de Controle do Tabagismo que hoje atende cerca de 60 pessoas.

De acordo com a coordenadora do Programa, Juliana Paula, o tratamento é realizado de forma diferenciada, pois a dependência pelo tabaco atua de diversas formas no indivíduo. “O vício provoca três tipos de dependência, a psicológica, comportamental e química. Então cada pessoa é estimulada de uma forma diferente. Aqui realizamos um trabalho para que as pessoas se libertem do uso do tabaco. A partir de uma triagem, definimos o tipo de tratamento para cada um”, explica Juliana.

Os pacientes participam de reuniões em grupo e também recebem atendimento individual. O programa é gratuito e dispensa uso de medicação. As reuniões acontecem as terças e quartas-feiras, a partir das 9h, na Rua Maria Letícia, número 45, no Centro, onde também funciona o Programa de Saúde Mental, e conta com uma equipe multidisciplinar de psicólogo, enfermeiros e psiquiatra, caso necessário ao tratamento.

“A maioria das pessoas que participa das reuniões tem entre 40 e 50 anos. Aqui mostramos os benefícios de ficar sem fumar. Tem pessoas que já chegaram aqui que fumavam 100 cigarros por dia e o objetivo é estimular e conscientizar que é possível parar de fumar. Apesar de ser lícito, não significa que o cigarro não faz mal. Lembrar que são mais de sete mil substâncias químicas contidas no cigarro e que mais de 50 doenças diferentes vão para corrente sanguínea inteira. É preciso vontade, dedicação, mas todos podem conseguir”, destacou a coordenadora.

Artigo anterior

Inscrições de candidatos ao Conselho Tutelar de São Pedro da Aldeia

Próximo Artigo:

Búzios recebe festival de cinema francês a partir desta quinta-feira

Christopher Lima

Christopher Lima

Sou formado em Comunicação Social (Jornalismo). Quem quiser saber mais, basta clicar no link do fb.

Sem comentário

Faça um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *